2 de julho de 2012

DIRIGIR COM O PÉ SOBRE O PEDAL DA EMBREAGEM - CORRETO OU NÃO?



FACEBOOK - https://www.facebook.com/carrosjoinville

A intenção deste Blog, sem dúvida não é gerar polêmica, mas levantar questionamentos. A questão de hoje sem dúvida vai gerar discussão. Desde que se aprende a dirigir, seja em uma auto escola, ou com algum conhecido, o conselho é o mesmo: Nunca apoie o pé sobre o pedal da embreagem!  Será??? Os instrutores sempre recomendam a frase, a maioria dos mecânicos também. Sob que argumento? Digo a vocês, eles em partes tem razão.

Dirigir com o pé sobre a embreagem pode ocorrer que mesmo sem perceber, o motorista pressione o pedal, mesmo que levemente, ocasionando desgaste prematuro no sistema, e obviamente com o carro embreado perde-se um pouco do desempenho, e de quebra consome-se mais combustível. O fato é que ficar queimando embreagem ferra com o disco e ponto final. Fala-se ainda mais um monte de blá blá blá para justificar a frase. A maioria das montadoras dos carros melhores colocam à disposição dos motoristas um apoio para o pé bem na esquerda no assoalho, conforme podemos ver na foto. Mas ai vem a questão que o blogueiro coloca. 

Porque não dirigir com o pé sobre a embreagem?

A questão que eu levanto é a seguinte: Dirigir com o pé fora da embreagem, em caso de uma freiada de emergência, pisar na embreagem pode demorar alguns milésimos de segundo, o que pode significar um pedestre ou um animal atropelado, ou um carro abalroado desnecessariamente.

Já estive em um carro onde o motorista da frente freou, e o motorista do carro onde eu estava também freou rapidamente, sem pisar na embreagem e o carro obviamente "morreu", o fato é que atras do carro que estávamos vinha um caminhão carregado em alta velocidade. Adivinhem o que aconteceu? Poise, não aconteceria se o motorista tivesse com o pé sobre a embreagem, pisasse rapidamente e em seguida arrancasse novamente! 

Outra coisa pode-se muito bem dirigir com o cuidado de não pressionar o pedal, isso não demanda muita atenção ou treino. Ou seja mata também o argumento do desgaste do sistema.

Outra coisa, frear até o carro "tremer todo", para só então pisar na embreagem, como ensina a maioria dos instrutores também ocasiona dano ao motor e transmissão do veículo. Pense nisso!

Eu creio que a atenção ao modo de dirigir e a segurança de poder agir com mais rapidez, justifica como sendo mais prudente dirigir sim com o pé sobre a embreagem, não necessariamente apoiado, mas em posição, pronto para agir quando necessário!

E você o que pensa a respeito? Concorda? Discorda? Acha válido levantar o questionamento? Ou tá pouco se ferrando, o negócio é andar com carro de cambio automático mesmo? Comente, aqui sua opinião sempre é válida!


Imagem: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...